Transformadores polifásicos (para elevação do número de fases em retificadores industriais)

Apresentação e aplicações:

O transformador trifásico-polifásico, consiste em utilizar um transformador do tipo isolador, para obter nos enrolamentos secundários uma elevação do número de fases (ex: 4, 6, 12, 16, 20, etc), muito utilizado em retificadores industriais, de modo que este aumento proporciona um amplo e melhor desempenho da ponte retificadora, obtendo-se assim, uma saída em corrente contínua muito mais pura em relação ao retificador trifásico de seis diodos e apresentando baixos níveis de ondulação e de distorção harmônica (THD). A escolha do número de fases no secundário, vai de acordo com a sua necessidade no projeto do circuito retificador.

A alimentação de entrada (primária), é geralmente feita em rede trifásica, utilizando os fechamentos em delta (∆) ou em estrela (Y), simples ou dupla e em fechamento do tipo tê (T), em alguns casos com alimentação bifásica. A rede de saída (secundária), permite obter o terminal neutro e totalmente independente do neutro da rede primária. As fases de saída, são totalmente isoladas em relação a rede elétrica de alimentação.

O ângulo de defasagem fasorial de saída, será sempre de acordo com o número de fases escolhido no enrolamento secundário. Exemplos: 90° para tetrafásico (4 fases), 60° para hexafásico (6 fases) e 30° para dodecafásico (12 fases). Para um mesmo valor de potência elétrica, quanto maior o número de fases, menor será a corrente em cada uma delas e também menor será, a corrente em cada diodo do circuito retificador.

Este transformador é recomendando em aplicações de média e pequena potência, para desenvolvimento de fontes de corrente contínua (CC) de elevado rendimento, para retificadores industriais de múltiplos pulsos. Exemplo: fontes de galvanoplastia para banho químico e revestimento de metais (cobreação, niquelação, cromeação, douração, prateação, etc).

Observação: é possível realizar a conversão trifásica-polifásica com este transformador, somente utilizando uma rede de alimentação trifásica ou bifásica de três fios (fase-fase-neutro), desde que a mesma apresente tensões fase-neutro de 127/220V, 220V/380V ou 254/440V. Não é possível utilizando uma rede monofásica ou configurado como autotransformador.

Potência Máxima: 10kVA com alimentação trifásica em 220V, 380V ou 440V.